Mapa

Voos para Budapeste

A bela Budapeste

 

Qualquer  que seja a sua motivação - quer seja pela arquitetura, pela história e cultura, a gastronomia, a animação noturna, ou mesmo pelos voos baratos - Budapeste merece a sua visita. Descubra, aqui, porque é que pode começar já a fazer as malas:

 

Uma cidade com história e com carisma

 

Com origem ainda nos tempos romanos, Budapeste atravessou períodos de guerra, ocupações e revoltas populares. Hoje, graças à rica herança arquitetónica, ao muitos museus, festivais, culinária, aos bons vinhos e as inigualáveis águas termais, é uma das mais bonitas e mais visitadas cidades do mundo. Atravessada pelo segundo maior rio da Europa - o Danúbio - Budapeste divide-se entre o lado mais comercial e moderno, de geografia plana, o lado de Peste; e Buda, um lado mais tranquilo, com muitas colinas e áreas verdes.

 

Com a sua beleza e carisma, Budapeste tem inspirado diversos visitantes e artistas. Por exemplo, o Danúbio, o mesmo rio que em 1867 já corria da Floresta Negra para o Mar Morto foi a fonte de inspiração do jovem músico austríaco Johann Strauss para criar uma valsa que apelidou de «Danúbio Azul» e que viria a tornar-se mundialmente reconhecida. Já agora, a propósito de obras de arte que de alguma forma estão relacionadas com a cidade, uma boa sugestão de leitura para a sua visita poderá ser «Budapeste», o romance escrito por Chico Buarque.

 

Mais duas boas razões para visitar Budapeste:

- A Hungria não aderiu ao Euro, a moeda utilizada é o Florim. Cada 1 euro equivale a 300 florins;

- Ao fim da tarde pode banhar-se em águas termais e nadar entre arcadas de edifícios seculares e, depois, mais tarde pode mergulhar nas célebres noites de Budapeste.

 

Dos monumentos aos banhos termais

 

O Parlamento é o cartão-postal da cidade e é o edifício mais visitado da Hungria. Mais de mil trabalhadores estiveram envolvidos na sua construção, que demorou dezassete anos até ficar completa. Diz-se que o custo da obra teria dado para erguer uma nova cidade.

 

Ainda em Peste, passeie e faça compras na Avenida Andrássy (Andrássy út) e na rua Váci (Váci utca), faça uma pausa para saborear um goulash (guisado de carne), experimente as cervejas artesanais e os vinhos da região vinícola de Tokaj, circule num dos mais antigos metros do mundo e visite o Gerbeaud House, o mais belo café de Budapeste fundado em 1858. Por esta altura já terá descoberto que a Hungria é uma espécie de paraíso para gulosos. Bolos, bolinhos, maçapão, puré de castanhas e strudel são apenas algumas das delícias disponíveis.

 

Na lista de lugares a visitar, inclua também o belíssimo mercado de Budapeste. Nas bancas pode encontrar desde paprica (muita paprica!), salame, cebolas e alhos, a toalhas de renda às cores e túnicas folclóricas com bordados.

 

Em Buda, visite o Castelo Real e aproveite a vista sobre a cidade. Pode também ver a Igreja de São Mateus, o Bastião dos Pescadores e a Basílica de Santo Estevão, onde está guardada a mão direita mumificada de Santo Estevão.

 

Ao fim de semana aproveite para fazer como os budapestenses e faça um piquenique nos bonitos jardins da Margitsziget ou ilha Margarida, situada entre as margens de Buda e Peste.

 

Finalmente, uma visita a Budapeste não está completa sem ir a um banho público. Siga viagem para as mais belas piscinas ao ar livre da cidade: Szecheny. Faça como os senhores de idade e jogue uma partida de xadrez dentro de água em tabuleiros de pedra, desfrute das diversas saunas a diferentes temperaturas e nade nas bonitas piscinas exteriores.

É flexível quanto ao seu destino? Procure aeroportos próximos para poupar mais.

Aeroportos próximos de Budapeste

Os preços apresentados nesta página são apenas os preços estimados mais baixos. Encontrados nos últimos 45 dias.