Mapa

Voos baratos de Lisboa para Basileia

Informação do voo de Lisboa para Basileia

preço de ida e volta mais barato de Lisboa to Basileia no mês passado

1

companhia aérea faz voos diretos de Lisboa para Basileia

7

voos por semana de Lisboa para Basileia

2h 40min

duração média do voo de Lisboa para Basileia, distância total de 1664 quilómetros

Sun-Air

foi a companhia aérea mais popular a voar de Lisboa para Basileia no mês passado

2 aeroportos

Mulhouse e Basileia

Esta informação está atualizada até março de 2016

Companhias aéreas que voam de Lisboa para Basileia

A rota direta entre o Aeroporto de Lisboa (ou Aeroporto da Portela) e o EuroAerporto Basileia-Mulhouse-Friburgo é servida pela easyJet, que, embora não ofereça voos de natureza diária para a cidade suíça, terá voos disponíveis em quase todos os dias da semana. Existem também, se o desejar, várias companhias que disponibilizam voos com escala para Basileia, sendo estes efetuados pela Lufthansa, pela Brussels Airlines, pela KLM, pela Air France e pela TAP (em conjunção com a Brussels Airlines, com a Lufthansa ou com a SWSS).

Informação sobre os terminais

O Aeroporto de Lisboa tem dois terminais (Terminal 1 e Terminal 2) e os voos para Basileia poderão partir de ambos. Se viajar pela easyJet, o seu voo partirá do Terminal 2, um terminal só de partidas, mas, se optar por um voo com escala, já terá de se dirigir ao Terminal 1, o terminal principal do aeroporto. Uma vez que há possibilidade de partir de qualquer um destes terminais, deverá sempre confirmar com antecedência o seu cartão de embarque.

Note que, independentemente do seu terminal, o metropolitano de Lisboa será a melhor forma de aceder ao aeroporto. Bastará seguir até ao final da linha vermelha e sair na estação «aeroporto», para ter acesso ao Terminal 1. Para se deslocar ao Terminal 2, apenas terá de utilizar o serviço de shuttle gratuito frente ao Terminal 1, este saindo de 10 em 10 minutos.

No Terminal 1, a oferta será muita e variada, tanto no campo comercial (Fnac, Geox, Ralph Lauren, Lacoste, Adolfo Dominguez, Accessorize, Pandora ou Victoria’s Secret) como na área da restauração (My Bistro, La Pausa Restaurante, KFC, McDonald’s, Go Natural, Pizza Hut, Natural Break e Clocks, o restaurante do chef Chakall). Este terminal disponibiliza-lhe também uma lojaduty free e vários cafés e pastelarias (Starbucks, Dots Bakery, Paul, Padaria Lisboa, First Café, Grab & Fly, Heineken Grand Café, etc.).

No Terminal 2, a oferta é mais modesta no que diz respeito a lojas e locais para fazer uma refeição, mas terá, ainda assim, diversas alternativas em ambas as áreas. Isto inclui a Ale-Hop, a Parfois, a Divers e a loja duty free, no caso das lojas, e a Mcdonald’s, a Confeitaria Nacional, a Tasty 2 Go, a Nespresso e a Servejaria, no caso dos restaurantes e cafés.

Ambos os terminais oferecem uma ligação gratuita e ilimitada à internet, através da rede Wi-Fi do aeroporto.

Informação prática

A Suíça, mesmo não sendo membro da União Europeia, está dentro do Espaço Schengen, o que determina que não tenha de levar um passaporte ou um visto para fazer o check-in. Terá, porém, de levar consigo o seu documento de identificação (B.I. ou cartão de cidadão) e ter o cuidado de chegar ao aeroporto cerca de uma hora e meia antes do horário de partida do seu voo.

O que esperar em Basileia

Basileia tem um custo de vida muito superior ao de Lisboa. Vá, deste modo, prevenido de que ao utilizar os serviços de transporte, ao comprar qualquer bem de consumo e especialmente ao fazer uma refeição fora num restaurante, terá de pagar consideravelmente mais do que na capital portuguesa (por vezes, mais do dobro ou do triplo). Lembre-se ainda de que a moeda de uso corrente não é, como se poderia pensar, o euro, mas sim o franco suíço.

O clima continental de Basileia traz consigo temperaturas agradáveis no verão (entre os 20 °C e os 22 °C), mas poderá também trazer temperaturas próximas dos 0 °C, e até atingir valores negativos no inverno (especialmente em janeiro). A chuva faz-se sentir mais nos meses de maio a setembro, o que não impede que de setembro a abril haja também períodos de chuva, ainda que estes sejam menos intensos. Deste modo, considerando que haverá sempre probabilidade de apanhar chuva, a primavera e o verão serão boas alturas para visitar a cidade, quando os efeitos da precipitação podem ser mitigados com o calor.

Embora seja uma hora mais tarde em Basileia do que em Lisboa, não deverá haver complicações de maior relacionadas com a diferença horária, na sua viagem.

Os preços apresentados nesta página são apenas os preços estimados mais baixos. Encontrados nos últimos 15 dias.