Mapa

Voos para Zurique

Zurique, ou a trilogia de experiências

Zurique, a capital do cantão suíço com o mesmo nome, é uma das maiores cidades do País e um dos maiores centros financeiros do mundo. O seu aeroporto e estação ferroviária são os mais movimentados da Suíça, o que contribui para o seu estatuto de cidade global de topo.

Situada na ponta noroeste do Lago Zurique, na cidade encontram-se também os maiores centros culturais e científicos do país, assim como alguns dos museus e galerias mais famosos, o que a torna uma cidade rica, em todos os aspetos.

Pode dizer-se que há três tipos de coisas que é obrigatório ver e fazer em Zurique: as velhas, as novas e as chiques.

Velhas

Começando pelas coisas velhas, o ponto de paragem obrigatório, até porque é a melhor maneira de chegar à cidade vindo do aeroporto, é aHauptbahnhof ou estação central. Um magnífico edifício neorrenascentista de finais do séc. XIX, com átrios e salões ricamente decorados.

Esta estação situa-se também numa das zonas mais importantes da cidade, o centro histórico. Esta zona contém o que restou da cidade medieval e também da Idade Moderna, entre os séculos XV e XVIII. Lá pode ver, por exemplo, a Rathaus, ou Câmara Municipal, localizada mesmo junto ao rio Limmat.

Ainda nas coisas velhas, o Grossmünster também é digno de visita, pelos seus inúmeros detalhes cheios de significado. Por exemplo, os coloridos vitrais de Alberto Giacometti adicionados já no século XX. De modo geral, siga todas as placas que tiverem palavras acabadas em «münster», isto significa que no fim do caminho vai encontrar sempre fantásticas catedrais. Faça o mesmo para as que acabem em «kirche», que significa «igreja» em alemão.

Novas

Passeie na Bahnhofstrasse que, na realidade, é uma zona velha de coração novo. É a principal rua para fazer compras em Zurique. Os edifícios antigos albergam lojas modernas com as marcas mais exclusivas, algumas não ao alcance de todos os bolsos. De qualquer modo, a visita vale também pelo passeio e fica mesmo ali ao pé da estação, daí que o seu nome signifique «Rua da Estação».

Chiques

Sugerimos que tome um brunch com vista para o lago e depois faça uma das tours de barco disponíveis. São alguns minutos de descanso, descontração e fantásticas vistas, com zonas verdes, praia e charmosas casas com vista para a água.

Importante saber

A cidade é considerada uma das melhores para viver e visitar. Está bem organizada e servida por uma ótima rede de transportes, sendo os principais o metro e o elétrico. Os transportes são mais caros do que em Portugal, mas aconselhamos que compre logo à chegada o ZürichCARD. Este é um cartão que tem a validade de 24 ou 72 horas e não só lhe permite circular livremente nos transportes, como lhe dá direito a visitar vários museus de graça e oferece descontos em lojas, restaurantes e até clubes noturnos.

Com o cartão tem ainda direito a descontos em várias tours, sendo uma das mais interessantes a que o leva por um passeio guiado ao centro histórico.

Com tanta coisa para fazer não se esqueça de trazer umas recordações. Um canivete suíço pode vir a dar jeito, ou então, claro, uns chocolatinhos para adoçar a viagem de regresso. 

Tem flexibilidade no voo? Procure aeroportos próximos para poupar mais.

Aeroportos próximos de Zurique