Mapa

Voos para Rio de Janeiro

Esta informação está atualizada até junho de 2016

 

Como encontrar voos baratos para o Rio de Janeiro

No Skyscanner, poucas formas serão melhores para encontrar o preço mais barato para a sua viagem do que a ferramenta de pesquisa «Mês Inteiro». Ao utilizar esta função, poderá consultar os preços mais baixos nos vários dias de um determinado mês ou, caso prefira (e tenha alguma flexibilidade), os meses onde os voos serão mais económicos. Terá somente de selecionar o separador «mês inteiro» no campo onde poria a data específica para o seu voo.

Quando marcar a sua viagem

A forma mais prática de se manter atualizado no que diz respeito ao preço da sua viagem para o Rio de Janeiro é a de subscrever o serviço de Alerta de Preços. Com esta ferramenta, o Skyscanner verifica regularmente os preços da sua viagem, informando-o, via e-mail, de quaisquer alterações ao preço do voo. Isto permite-lhe escolher a melhor altura para marcar a sua viagem, gerindo eventuais subidas e descidas de preço.

Aeroportos com voos diretos, a partir de Portugal

Existem vários voos diretos para o Rio de Janeiro, a partir de Portugal, descolando estes do Aeroporto de Lisboa (também conhecido como Aeroporto Humberto Delgado ou Aeroporto da Portela) e do Aeroporto do Porto (ou Aeroporto Francisco Sá Carneiro).

Noutros aeroportos nacionais (Faro, Ponta Delgada, Horta, ilha do Pico, Funchal, Porto Santo, Terceira e Santa Maria) também haverá voos para o Rio de Janeiro, mas todos eles serão indiretos e terão, deste modo, uma ou mais escalas.

Companhias aéreas que voam para o Rio de Janeiro, a partir de Portugal

Os voos diretos para o Rio de Janeiro são servidos exclusivamente pela TAP, independentemente de estar a partir do Aeroporto Humberto Delgado (em Lisboa) ou do Aeroporto Francisco Sá Carneiro (no Porto).

Para pesquisar, em maior pormenor, as companhias que voam (direta ou indiretamente) para o Rio de Janeiro, apenas terá de consultar a lista de companhias aéreas a voar para o Rio de Janeiro, no site do Skyscanner.

Aeroportos

Existem dois aeroportos no Rio de Janeiro, o Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro e o Aeroporto Santos Dumont.

O Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (também conhecido como Rio Galeão ou Aeroporto Internacional Tom Jobim) é a maior principal porta de entrada para a cidade, situando-se na Ilha do Governador, a cerca de 20 km do centro da cidade. Este aeroporto tem dois terminais e diversas opções para fazer a ligação com a cidade, sendo as mais práticas as servidas pelo «Frescão», autocarros urbanos com ar condicionado, e pelo BRT (Bus Rapid Transit), autocarros expresso com estações em cada terminal. A estação de metro «Vicente de Carvalho» também tem integração com o BRT, pelo que poderá optar por fazer parte do percurso através do sistema de metropolitano da cidade carioca.

O Aeroporto Santos Dumont, por sua vez, é um aeroporto reservado a voos nacionais, o que faz com que qualquer voo oriundo de Portugal (que tenha este aeroporto como destino) tenha de ser necessariamente um voo com escala. O aeroporto situa-se no centro financeiro do Rio de Janeiro, a aproximadamente 2 km do centro da cidade, e possui dois terminais, um para o embarque de passageiros e outro para o desembarque. Frente ao aeroporto, terá várias opções de transporte urbano e de autocarros executivos, estes últimos com saída a cada 30 minutos.

Caso pretenda alugar um automóvel, para se deslocar em viatura própria pelas ruas do Rio de Janeiro, poderá contemplar as opções disponíveis no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro e no Aeroporto Santos Dumont.

Se precisar de informações mais pormenorizadas sobre estes dois aeroportos, terá apenas de consultar os sites oficiais do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro e do Aeroporto Santos Dumont, tendo assim acesso a contactos, serviços e mais detalhes sobre as respetivas instalações.

Quando visitar

A melhor altura para visitar o Rio de Janeiro será durante os meses menos chuvosos, de maio a novembro, uma vez que, mesmo sendo inverno, as temperaturas nunca deixam de ser agradáveis. De facto, em finais de outubro ou princípios de novembro já estarão reunidas as condições ideais para desfrutar de belíssimos dias de praia. Claro que, se gostar de animação e pretender visitar o Rio de Janeiro durante o seu famoso Carnaval ou na altura do Ano Novo, terá de viajar fora deste período. Tudo dependerá do seu gosto e dos seus planos de viagem. Lembre-se apenas de que durante estas festividades existe uma enchente de turistas e a cidade não só ficará a abarrotar como os preços tenderão a subir bastante.

 Clima

O Rio de Janeiro tem um clima tropical marítimo, dado a variações maioritariamente relacionadas com a altitude e a proximidade do mar. As estações, nesta cidade, dividem-se entre a estação chuvosa (verão), nos meses de dezembro a abril, e a estação seca (inverno), de maio a novembro. Os verões são, assim, quentes e húmidos (30 °C ou mais), com a chuva a ser muito mais frequente, enquanto os invernos são mais secos e um pouco mais frios, embora o «frio» seja muito relativo (25-26 °C).

O que ver e o que fazer no Rio de Janeiro

Não é em vão que chamam ao Rio de Janeiro a «Cidade Maravilhosa». Ponha a tocar o seu disco favorito de bossa-nova e deixe-se levar por esta combinação única de urbanismo, praia, baías e montanhas rodeadas de florestas. Há um conjunto alargado de razões para ficar entusiasmado com esta viagem, sendo as deslumbrantes vistas do alto do Pão de Açúcar e do Corcovado (onde se ergue o Cristo Redentor), além do espetacular pôr-do-sol no Calçadão de Copacabana, algumas das principais atrações e imagens icónicas da cidade.

As maravilhas, porém, não se ficam por aí. Faça uma paragem numa lanchonete e experimente um sumo natural para lhe dar energia, pois irá precisar dela para visitar todos os locais de interesse. Entre eles destacam-se o Jardim Botânico (um dos lugares preferidos do músico Tom Jobim ou da escritora Clarice Lispector), o bairro das Laranjeiras (também na Zona Sul), onde todos os sábados há uma feira com música ao vivo na pitoresca Rua General Glicério, e ainda os bairros da Lapa e do Centro, para visitas a construções históricas e a museus. Note que o bairro da Lapa, famoso pelos seus arcos com origem no antigo Aqueduto e pela atividade noturna efervescente, é também ponto de passagem obrigatório de dia, sendo que no primeiro sábado do mês terá a Feira do Rio Antigo.

Aproveite também a viagem e saboreie a tradicional feijoada ou uma caipirinha genuinamente carioca.

Informação adicional

O Skyscanner permite-lhe encontrar diversas opções de alojamento para a sua estadia no Rio de Janeiro. Bastará clicar aqui e poderá pesquisar o local mais indicado para si (por localização, popularidade e preço).