Mapa

Voos baratos para Guatemala

Guatemala, eterna primavera

 

A Guatemala é um país na América Central banhado pelo Pacífico e pelo Mar das Caraíbas. Neste país tropical mais de 70% da sua área é verde, dividindo-se entre florestas e pastos. 

É conhecida como o «País da Eterna Primavera», numa referência ao seu clima moderado todo o ano em que as temperaturas rondam os 22 a 28 ºC, apesar de, pela sua geografia variável, com planaltos, muitas montanhas e pequenas zonas de planície, poder ter em algumas alturas e locais temperaturas mais baixas ou mais altas, mas tipicamente não tão altas como nos outros países dos trópicos.

 

A capital, Cidade da Guatemala, de nome oficial Nova Guatemala da Assunção, é uma das zonas com tempo agradável todo o ano e a cidade mais populosa da América Central. A cidade está dividida em zonas e muito bem organizada de modo que é fácil deslocar-se lá e encontrar aquilo que lhe interessa. As zonas mais importantes para visitar são a zona 1, que cobre o centro histórico e onde se encontram vários edifícios de interesse. A zona 10 é a maisin da cidade, e onde se encontram os melhores locais de vida noturna. Aconselhamos que visite primeiro a zona 2, onde vai poder encontrar um mapa gigante da Guatemala em relevo e assim pode logo começar a planear o seu percurso.

 

Vestígios maias

 

Para além de toda a sua beleza natural, a Guatemala tem ainda a seu favor o facto de ter sido uma das zonas habitadas pela Civilização Maia. Tikal, na zona de Petén, no norte do País, é um dos maiores sítios arqueológicos ligados aos Maias. Com construções que datam de até 400 anos a.C, lá podem ser encontradas pirâmides, palácios, túmulos, casas e edifícios administrativos, enfim tudo o que constituía aquela que chegou a ser a cidade mais importante do domínio Maia. São dezenas de hectares de construções, sendo que existem ainda inúmeros locais por escavar. Enfim, uma verdadeira cidade dos tempos antigos.

 

Água e fogo

 

A cultura Maia está ainda muito presente na Guatemala, principalmente junto ao lago Atitlán. Nas proximidades deste lago, considerado o mais profundo da América Central, existem várias povoações que ainda retêm bastante da cultura Maia, o que é imediatamente claro até pela maneira como os habitantes se vestem. Para isto contribui também o relativo isolamento destas povoações, sendo que algumas só podem ser alcançadas de barco.

 

Deste modo, se a sua personalidade é mais água, para além do Atitlán aconselhamos ainda a visitar o Lago Petén Itzá, em Flores, a Capital da região de Petén. A zona histórica de Flores situa-se numa ilha no lago e lá encontra tudo o que precisa para umas férias relaxadas, como alojamento, restauração e até locais para um banhinho nas águas mornas do rio. Claro que nas imediações não faltam locais arqueológicos Maias para visitar.

 

Se ao contrário de água, prefere (quase literalmente) fogo, então não pode deixar de visitar o complexo de vulcões de Pacaya. Localizado muito perto de Antígua, outra paragem obrigatória, considerada Herança da Humanidade pela Unesco, este vulcão pode entrar em erupção em qualquer momento. E então? Vai correr para o fogo ou saltar para a água?

Imagens por Flickr/Pedro Szekely

Os preços apresentados nesta página são apenas os preços estimados mais baixos. Encontrados nos últimos 45 dias.