Mapa

Voos baratos para Gibraltar

Gibraltar, pés na Europa com vista para África

 

Gibraltar é conhecido entre nós principalmente por causa do estreito que nos liga a África, mas este território ultramarino britânico, que ao longe parece ser formado apenas por um gigante rochedo com algumas casas na sua base, esconde tesouros naturais e históricos dos mais bem preservados na Península Ibérica.

 

O próprio Rochedo é uma das maiores atrações de Gibraltar. Este gigante calcário de mais de 400 metros de altura formou-se como consequência do choque das placas tectónicas africana e euroasiática e permite fantásticas vistas panorâmicas, pois do seu topo é possível observar a costa da península e a costa africana simultaneamente. É verdadeiramente uma sensação única, ver ali tão perto algo que, no nosso imaginário está tão longe e é tão diferente.

 

Grutas, macacos e castelos

 

Por ser de natureza calcária e por estar continuamente exposto aos elementos, principalmente à chuva, o Rochedo acabou por ser escavado formando lindas grutas, que agora existem às dezenas. A Gruta de São Miguel (St. Michael’s Cave) é a mais famosa e mais visitada. Formada por uma complexa rede de túneis, está aberta todos os dias e, boas notícias, pode ser alcançada de carro ou teleférico, sem uma grande canseira. A maior das câmaras da gruta funciona hoje em dia como auditório. Tem um palco e uma capacidade de 100 lugares sentados. A decoração é fornecida pela natureza com uma ajuda do homem,  é feita de estalactites iluminadas que disputam a atenção com o espetáculo.

 

Para além das grutas, este rochedo é especial também porque contém uma reserva natural, a única deste género na Europa, onde podem ser encontrados macacos selvagens livres formando várias comunidades que, ao contrário do que sucede noutras do género, ali prosperam e se reproduzem. Mais interessante ainda é que estes macacos são parentes de um tipo de macaco africano e suspeita-se que terão sido trazidos para a Europa durante a ocupação de Portugal e Espanha pelos Mouros.

 

Finalmente, claro que os Mouros não poderiam ter passado por esta zona e não deixar um castelo de recordação. Este castelo, importante pelo facto de ter sido o ponto de partida para a ocupação moura da Europa, é hoje um dos locais mais visitados em Gibraltar, principalmente pela sua torre de menagem que é a maior torre do período islâmico na Península Ibérica. 

 

Quando visitar

 

A qualquer altura. Não só o seu clima entre mediterrânico e subtropical dá origem a invernos amenos e verões quentes, como está mesmo aqui ao lado, fazendo deste local o sítio ideal para uma escapadinha de fim de semana. Gibraltar é um conhecido centro financeiro, como tal, pode lá encontrar zonas muito exclusivas. A zona da marina é um dos exemplos, no entanto, um passeiozinho pelas docas ao entardecer é grátis e uma boa maneira de terminar o dia. E depois, não é todos os dias que pode ter os pés num continente e o olhar noutro.

Os preços apresentados nesta página são apenas os preços estimados mais baixos. Encontrados nos últimos 45 dias.