Procurar

Partida

Passageiros

Classe Cabine

  • Verificar preço (novas janelas)

Voos Baratos para Hong Kong

Hong Kong, entre a China e o Reino Unido

Hong Kong, à semelhança de Macau, não é exatamente um país, mas sim uma Região Administrativa Especial da China. Delimitada pelo delta do Rio Pearl e pelo Mar da China, esteve, desde meados do século XIX, sob domínio britânico e foi transferido para a China em 1997.

Como tal, a sua cultura e sociedade foi fortemente influenciada pela cultura britânica, e a Região tem autonomia política e judiciária suficiente para que essa influência seja ainda muito sentida, tendo sido, de resto, uma das condições da transferência, que se mantivesse o regime capitalista e as liberdades civis dos habitantes durante pelo menos 50 anos após a sua realização.

Situado na costa sul da China, a 60 km de Macau, a região consiste na Ilha de Hong Kong, na Península Kowloon e nos Novos Territórios - assim chamados porque foram anexados posteriormente - com as sua mais de 200 ilhas, facilmente acessíveis através de ferries.

Luzes, câmaras, ação

Para além de uma referência às luzes e velocidade desta cidade vibrante, esta referência é também à tradição cinematográfica de Hong Kong, que é um dos principais produtores de filmes chineses, bem como cenário frequente para a gravação de filmes de Hollywood, como os bens conhecidos «Hora de Ponta» ou «007 - Morre noutro dia». Sendo assim, tinha que ter um Walk of Fame, que lá se chama «Avenida das Estrelas» (Avenue of Stars). Visite-a para um agradável passeio à beira da água, com a vantagem de poder parar para posar com a estátua do famoso ator, rei das artes marciais, Bruce Lee.

Se vai em família, então prepare-se para correr atrás dos seus filhos quando os levar ao Ocean Park e à Disneyland Hong Kong. São muitos quilómetros quadrados de diversões e brincadeiras que agradam aos pequeninos, enquanto os grandes se esforçam por fingir que não estão a morrer de vontade de andar nos carrosséis também.

A cultura chinesa está também muito presente. Existem inúmeros templos, sendo o mais conhecido o de Wong Tai Sin, que se diz tornar todos os desejos realidade. Não sabemos se é verdade, mas não custa tentar, para além disso, os seus exteriores ornamentados  valem bem a visita.

Veja também

O Pico. O ponto mais alto da cidade e uma das suas maiores atrações turísticas, servido por um elevador que faz por si a subida íngreme até ao topo, de onde vai poder ver a cidade, com os seus famosos arranha-céus. O caminho até ao cimo é grande parte da beleza deste passeio. Rodeado de montanhas, contrasta com o edifício moderno que vai encontrar no cimo, servido por restaurantes, cafés e lojas. Se lhe apetecer mais um pouco de natureza, faça um dos trilhos na zona envolvente e passeie pelo meio da vegetação luxuriante que faz sentir que se está muito mais longe da cidade do que na realidade.

Finalmente

Em Hong Kong cada Yin tem o seu Yang. Mercados de rua e grandes centros comerciais, restaurantes de cozinha fina e bancadas de rua, natureza pura e grandes edifícios iluminados. Não deixe de ver um pouco de tudo e de passar por uma das muitas lojas de chá. Escolha entre a enorme variedade disponível e traga para si e para os seus amigos. É sempre uma boa desculpa para os convidar a sua casa e os fazer ver as fotografias da sua aventura. 

mais

 Mais pesquisados do Skyscanner...

Imagens por Markylim

fechar

Inicie sessão ou registe-se

Login como

Alertas de Preço Configuração de conta Sair