Pesquisar voos

Tipo de regresso

Voos Baratos para Equador

Equador, o centro do mundo

 

O Equador, ou República do Equador,  compreende o sua parte continental, na América do Sul, e ainda as famosas ilhas Galápagos, cuja biodiversidade fez nascer na mente de Darwin aquilo que viria a ser a mais importante teoria da evolução, a Teoria da Seleção Natural.

 

Para além de ser um dos países com maior diversidade natural do mundo, arriscamo-nos a dizer que será também um dos países com maior diversidade de atividades disponíveis, com a grande vantagem de tudo o que existe para ver e experimentar estar concentrado numa área relativamente pequena, pelo que é possível conhecer a maior parte do País com alguma facilidade e mesmo que o tempo disponível não seja muito. Entre uma semana e duas é o tempo ideal para experimentar o que de melhor o Equador tem e ainda tirar um tempo para simplesmente relaxar e absorver um pouco das vibrações boas do centro da terra.

 

Natureza, natureza, natureza

 

A palavra chave no Equador é «natureza». E ela vem em todas as formas: rios, lagos e mar; montanhas e vulcões; fauna e flora diversa, etc. Quase tudo o que se possa lembrar existe no Equador.

 

A capital do País, Quito, é um bom sítio para começar. Foi dos primeiros a ser declarado Lugar Herança da Humanidade pela Unesco, o que se deve a ser o maior centro histórico, o menos alterado e melhor conservado do continente americano. Alguns dos edifícios que o constituem são únicos na América, verdadeiramente impressionantes e não passam despercebidos a quem visita o País. Destacamos, por exemplo, o Palácio de Carondolet, a Catedral de Quito ou a maravilhosa Basílica do Voto Nacional, a maior Basílica neogótica das Américas.

 

Navegar, navegar

 

E Quito é um bom local de partida para fazer um cruzeiro pelas Galápagos. Não só vai poder desfrutar de um bom passeio, com vistas fantásticas, como vai poder aprender muito sobre as ilhas e sobre os animais especiais que a habitam. Também pode, se assim o desejar, fazer um pouco de mergulho ou nadar com os simpáticos leões marinhos.

 

Explorar

 

Se explorar é a palavra-chave que o faz saltar da cadeira, então também não há falta de opções. A apenas 50 km de Quito situa-se o Parque Nacional de Cotopaxi, onde pode subir ao Cotopaxi, considerado o mais alto vulcão ativo do mundo. Se prefere não arriscar, pode em vez disso optar pelo Chimborazo, adormecido. Há ainda outras alternativas, por exemplo, visitar a lagoa vulcânica de Quilotoa ou fazer uma incursão pela selva amazónica.

 

E agora, simplesmente passear

 

Para relaxar depois da aventura, nada melhor que um passeio pelo belo centro histórico de Cuenca, para ver de perto algumas das suas lindas catedrais construídas em diversos estilos arquitetónicos, como o gótico da Catedral de Cuenca, uma das mais importantes.

 

E bom, ir às compras também relaxa. Considere ir dar uma volta à cidade de Otavalo.

Esta cidade tem o maior mercado do País. Lá pode encontrar uma série de artigos interessantes como têxteis e vários tipos de trabalhos indígenas. Ótima oportunidade para se presentear com umas coisinhas diferentes e para comprar prendas para os amigos, para os lembrar da sua viagem ao centro do mundo.

mais

Imagens por Flickr/Nestor's Blurrylife